JZiliotto

A importância da ergonomia nas empresas

04/08/2014 jziliotto-ergonomia-222

O mercado globalizado tem imposto cada vez mais a necessidade de diferenciais que possam significar uma vantagem comparativa em relação ao seu concorrente. De maneira geral esse conceito está atrelado a custos de insumo e mão de obra, nos últimos anos, no entanto tem se dado ênfase à ergonomia organizacional como diferencial competitivo, saberemos logo mais o porque.
A aplicação dos conceitos da ergonomia dentro do ambiente corporativo possuiu inúmeros benefícios que só são percebidos se observados de maneira atenta, pois de modo geral eles estão atrelados de maneira subjetiva ao bem-estar e a produtividade do colaborador. Vale ressaltar que esse conforto dentro do ambiente organizacional evita que o trabalhador se afaste por motivo de lesões resultantes da prática laboral.

De modo geral a ergonomia pode ser aplicada no contexto empresarial de duas maneiras distintas, que são as medidas de caráter paliativo como, por exemplo, a ginástica laboral, intervalos regulares, rotatividade de tarefas entre outras. Essa prática, porém não combate às causas do problema e sim seus efeitos, sendo recomendada a sua utilização em conjunto com um ambiente de trabalho ergonomicamente adaptado.

6113-07565583

A outra abordagem da ergonomia dentro do ambiente empresarial e certamente a mais eficiente é a adaptação do ambiente de trabalho de acordo com as funções desempenhadas e a carga horária do colaborador, a estruturação correta de mesas, cadeiras, equipamentos e demais produtos utilizados no processo de produção torna o funcionário mais produtivo e motivado para a execução das tarefas propostas, maximize essas projeções para todo o corpo empresarial e você terá resultados substancialmente melhores e de caráter permanente.

623-07560715

As empresas contemporâneas se quiserem sobreviver ao mercado globalizado devem elaborar uma estrutura ergonomicamente projetada não apenas para aumentarem a produtividade dos seus colaboradores, mas também para melhorar a imagem da empresa junto ao seu colaborador. Em uma época marcada pela valorização dos funcionários, deixar de lado o bem estar dos mesmos é colocar em risco não apenas resultados, como também investimentos.